IMG 0473

O presidente da Câmara Municipal, Francisco Tavares realçou esta quinta-feira que ambicionam que Santa Catarina atinja todos os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), principalmente o objectivo de acabar com a pobreza até 2030.

O edil revelou esta ambição durante abertura do ateliê de apresentação e discussão do Plano Estratégico de Desenvolvimento de Santa Catarina, no horizonte 2026, quinta-feira e sexta-feira, no salão nobre, cuja cerimónia foi presidia pelo ministro das Finanças, Olavo Correia.

Segundo o autarca, Santa Catarina é um concelho de referência, por isso tem as suas ambições e uma delas passa por garantir que até 2030 este município atinja todos os ODS, designadamente o objectivo que consiste em acabar com a pobreza.

Francisco Tavares informou que neste concelho que reside o maior contingente de pobres de Cabo Verde, por isso quer um concelho rico com incidência de pobreza abaixo de 5% e com uma sociedade civil activa.

"Queremos ser o maior celeiro de Cabo Verde em matéria de produtos agrícolas e da pecuária, mas também um importante pólo de conhecimento e de tecnologias, no domínio de água e de saneamento e quanto querem ser um novo destino turístico, o primeiro concelho em matéria de agro-indústria, queremos Assomada seja no futuro a segunda cidade de Cabo verde", advogou o presidente.

O autarca diz reconhecer a planificação como mecanismo de boa governação, de qualificação do diálogo técnico e politico, de promoção da participação e de mobilização de recurso e de promoção do desenvolvimento.

O exercício de elaboração do plano estratégico, segundo Francisco Tavares, não deve ser realizado de forma isolada, uma vez que para que possa concretizar as ambições e definir o eixo de Sotavento (Santiago, Brava, Fogo e Maio) é preciso parcerias do Governo, da sociedade civil, sector privado e as instituições.

IMG 0482

Por sua vez, o ministro das Finanças e Administração Pública, Olavo Correia, mostrou a abertura do Governo em ajudar os municípios, quer na definição de estratégia, como na avaliação e concretização dos objectivos.

“Um plano estratégico só tem validade se for um instrumento para acção, um instrumento para a realização de objectivos, um instrumento para garantir melhores condições de vida para as nossas populações”, referiu o governante, acrescentando que os municípios podem contar com “toda a abertura” do Governo os ajudar a fazer parte do sistema de planeamento.

Para Olavo Correia, Santa Catarina, sendo um concelho com enormes potencialidades, não pode ambicionar ser a segunda cidade, mas sim a primeira cidade no seu nicho de negócio.

Por isso sugere que deve aproveitar todas as capacidades que o município dispõe, criar condições para um polo de excelência e assim ter recursos para desenvolver diferentes sectores.

DSC 0127

O Grupo de Voluntários da Ribeira da Barca em parceria com a Câmara Municipal de Santa Catarina realiza atividades culturais e Desportivas para assinalar as Festividades de 31 de Maio na Vila de Ribeira da Barca.

Este fim – de- semana vai ser escolhida a mais bela e o mais belo da Ribeira da Barca, ainda o evento vai contar com canto e encanto dos artistas locais.

Pelo que se prevê a realização de actividades desportivas em todas as modalidades, envolvendo toda comunidade desportiva da vila de Ribeira da Barca, com o propósito de proporcionar um ambiente festivo, dando assim vida e brilho ao mais importante momento a que o mesmo vive.

Os Desportistas vão ter a oportunidade de mostrar os seus talentos no futsal feminino e masculino num clima de maior civismo e espirito de Fair Play.

Para a modalidade de futsal estão inscritos 6 equipas femininas que vai ser dividida em 2 grupos de 3 equipas cada. Por outro lado, estão 24 equipas masculinas inscritas, sendo divididas dois grupos cada um contendo 12 equipas.

Corridas de bote também são outra actividade desportivas que vai marcar as festividades de 31 de Maio. Estão cinco botes inscritos para o dia 29 de Maio.

 

 

olavo-correia-4

Ministro das Finanças Olavo Correia irá fazer amanhã, 19 de Maio, a abertura do ateliê do plano estratégico de Santa Catarina, que é o terceiro plano de longo prazo elaborado por esta Edilidade. Vem na sequência de 2 planos anteriores que não tinham rescaldo legal, mas foram instrumentos de orientação/referência da governação autárquica. O plano estratégico 2007-2015 incorpora o Plano Ambiental Municipal inserido no Plano Ambiental Nacional (PANAII -2004/2014).

Neste âmbito vai a Câmara Municipal de Santa Catarina realizar um ateliê de discussão dos documentos do plano, visando partilhar e recolher contribuições para o diagnóstico, e para a finalização deste instrumento de gestão do desenvolvimento. 

Sub-categorias

Encontre-nos

Paços do Concelho
Largo Gustavo Monteiro
Cidade de Assomada, C.P. nº37
P: (+238) 938 45 55

[email protected]

© Sítio da CM de Santa Catarina 2020