DSC 0006

Em nome da Edilidade, o Presidente Francisco Tavares expressa a sua consternação pelo ataque que aconteceu em Promenade des Anglais, Nice, França e sentidas condolências às famílias marcadas pelo luto

É com muita consternação e dor que tomamos conhecimento do ataque em Nice, na proximidade de Promenade des Anglais, com vítimas mortais, das quais uma cabo-verdiana.

“Em nome do colectivo da Câmara Municipal de Santa Catarina de Santiago e em meu nome pessoal, formulo as nossas mais sentidas condolências às famílias enlutadas pela perda dos seus entes-queridos e a solidariedade desta Edilidade”, declarou o edil.

Esta autarquia segundo o edil Francisco Tavares mantém cooperação com o próprio presidente de Nice Cristian e ainda com a Associção La Flamme radicados em Nice, que são constituídos por bombeiros que estiveram neste município, num período de menos de seis meses para doarem equipamentos para bombeiros, hospitalares e ainda materiais escolares.

O ataque ocorreu por volta das 23:00 locais na Promenade des Anglais, uma das mais turísticas artérias da cidade de Nice, no sudeste de França. A multidão assistia ao tradicional fogo-de-artifício que marca o fim das festividades do 14 de Julho, o dia nacional francês.

IMG 0548

“Assomada é muito vulnerável”. É com esta preocupação em mente que a autarquia já tem um Plano de Emergência para antes, durante e depois das chuvas para todas as zonas do municipio em particular na zona de Cumbém

É que mais vale prevenir do que remediar pois ainda estão vivas as memórias do caos de muitas familias com as águas pluviais em anos anteriores, por morarem numa zona com a urbanização mal feita gerida pelo antigo presidente da Câmara Municipal, Francisco Tavares fez estas afirmações  esta quinta- feira durante a última sessão Ordinária da Assembleia Municipal  .

Francisco Tavares anunciou esta quinta-feira que a autarquia já tem um plano municipal especial para a época das chuvas ao contrário daquilo que a Bancada do PAICV tem dito.

O edil afirmou que não vão deixar as famílias a merecer da sorte principalmente a família da Manuela residente em Cumbém que nos anos anteriores teve a sua casa invadida pelas águas da chuva.

IMG 0548

A Câmara Municipal de Santa Catarina realizou hoje a última Sessão Ordinária da Assembleia Municipal, onde o Presidente Francisco Tavares em jeito de balanço falou sobre o saneamento no município e os feitos conseguidos nesse domínio pela autarquia

A última Sessão Ordinária da Assembleia Municipal que ora foi iniciada hoje teve como o ponto alto os feitos da câmara municipal nesses quatro anos de mandato que já está no final.

Segundo o edil, Francisco Tavares o município de Santa Catarina está limpa, apesar de muitas dificuldades mas conseguiu com muitos esforços conseguiu fazer trabalhos satisfatórios neste domínio.

 Francisco Tavares anunciou que a autarquia vai receber do Governo novos contendores e camião para a recolha de lixo, “adquiridos com o dinheiro desse município relativo a taxa ecológica e neste momento já pagamos para a construção de abrigo desses contentores em Assomada e com os catadores de lixo a trabalharem ao fundo este concelho vai ser irreconhecível em matéria de saneamento”, explicou o edil.

Com o fornecimento deste material Francisco Tavares declarou que o lixo vai ser levado para o Vale da Custa em São Domingos e dessa forma vai ser selada a lixeira de Santa Catarina e dessa forma fecha o dossier sobre o saneamento.

Tavares realça que a área do saneamento foi a mais  penalizada pelo Governo anterior tendo em conta que desde 2009 deixaram de financiar os planos ambientais municipais que este município recebia 14000 contos por ano.

“A câmara não recebeu 122 mil contos portanto da mesma forma esse município não recebeu recursos da taxa ecológica que eram no valor de 29 mil contos por ano, dessa forma os recursos necessários para a melhoria de saneamento foram negados pelo antigo governo de Cabo Verde, aliás recursos que são do município foram engavetados pelo governo anterior”fez saber o autarca.

Francisco Tavares referiu que nenhum projecto na área do saneamento desta edilidade foi financiado pelo antigo Governo através do fundo de ambiente, como exemplo o projecto intitulado de “informação, educação e sensibilização para o ambiente e saneamento”.

O presidente da Câmara municipal está ciente de que poderia ser feito muito mais na área do saneamento caso tivesse mais condições financeiras nomeadamente aprovação de orçamentos chumbados pela bancada do PAICV na Assembleia municipal.

Sub-categorias

Encontre-nos

Paços do Concelho
Largo Gustavo Monteiro
Cidade de Assomada, C.P. nº37
P: (+238) 938 45 55

[email protected]

© Sítio da CM de Santa Catarina 2020